3 Jan 2010

Homenagem a Jiddu Saldanha

E disse um dia a borboleta para o Haijin:


Tão leve o poema
como um filme de Jiddu –
lágrima que brota.

Chris Herrmann


Parabéns pelo dia de hoje, querido amigo Jiddu, e para todos nós, que temos o privilégio de desfrutar o mundo com a sua presença!

Beijos leves...

Chris
Post a Comment