Biography




Chris Herrmann é musicista, editora, escritora, poeta carioca, radicada na Alemanha desde 1996. No Brasil, estudou literatura na Universidade Federal do Rio de Janeiro, música no Conservatório Brasileiro de Música e webdesign na UniCarioca. É pós-graduada em Musikgeragogik na Alemanha. Organizou e participou de diversas antologias de poesia. Tem nove livros publicados e o décimo está no prelo, com lançamento previsto para Maio/2021 no Salão Virtual Internacional do Livro de Genebra, Suíça. É autora dos livros de poesia “Voos de Borboleta“ (Tubap/Clube de Autores, 2015), “Na Rota do Hai y Kai“ (Tubap, 2015), “Gota a Gota“ (Scenarium, 2016), “Cara de Lua“ (Sangre Editorial/Mulheres Emergentes, 2019), dos romances “Borboleta — a menina que lia poesia“ (São Paulo: Patuá, 2018) e “Peccatum“ (Arribaçã Editora, 2020), de contos “Entre Amoras e Amores“ (Ser MulherArte Editorial, 2020), e de Literatura Infantil “Nanda disse não à Covid“ (Ser MulherArte Editorial, 2020). Tem poemas publicados (em algumas atuou como colaboradora) nas revistas eletrônicas “Algo a Dizer (colaboradora)”, “Zona da Palavra”, “Blocos Online” (colunista), “Revista Plural — Scenarium” (autora), “Mallarmargens” (colaboradora), “Germina”, “InComunidade“, “Ruído Manifesto”, “Gueto“, “Obvious“, “Caliban”, “Literatura & Fechadura”, “Mirada”,  “Escrita Droide“, entre outras. É editora-chefe da “Revista Ser MulherArte” e do selo “Ser MulherArte Editorial“.

Faz parte do movimento literário feminista MULHERIO DAS LETRAS como articuladora de três grupos: Mulherio das Letras Alemanha; Mulherio das Letras União Europa e Mulherio das Letras na Lua (Só Poesia)

Integra/atua:

• Acadêmica honorária/premiada da AILB - Academia Internacional de Literatura Brasileira, em Nova Iorque;

Membro associada da ABII - Associação Brasileira de Imprensa Internacional (USA);

• Delegué na Alemanha (bem como integra o Comitê de Organização do Salão Internacional do Livro e da Cultura de Genebra) do Institut Cultive Brésil Suisse;

Embaixadora na Alemanha do Projecto Solidário SER MULHER, de Portugal (na luta contra o Câncer de Mama);

Acadêmica Imortal da AIML - Academia Internacional Mulheres das Letras.  

Premiações:

• desde 2001, vem recebendo diversos prêmios e menções honrosas em concursos de poesia, bem como teve seus poemas selecionados para integrar diversas antologias (no Brasil, EUA e Espanha) e por vários anos seguidos no Livro da Tribo (Brasil).

• em Maio de 2020 recebeu a Comenda ‚‘Excelência e Qualidade Brasil 2020‘ por Serviços Prestados à Arte, da Associação Brasileira de Liderança. A sua Revista Ser MulherArte também foi premiada pelo mesmo destaque.

• em Setembro de 2020 recebeu o prêmio Destaque Literário da Academia Internacional de Literatura Brasileira, escolhido pelo voto popular e organizado pela Focus Brasil New York. No dia 12 do mesmo mês, recebeu o prêmio em evento virtual durante o Encontro Mundial de Literatura Brasileira 2020. Agora como membro da AILB, tem como sua Patronesse a escritora Lygia Fagundes Telles. 

em Outubro de 2020 recebeu o Troféu YEDDA MARIA TEIXEIRA na Categoria MÍDIA DIGITAL, concedido pela Associação dos Embaixadores de Turismo do Rio de Janeiro.

Links Chris Herrmann:



Links Revista Ser MulherArte:


















Postagens mais visitadas