Books



livros publicados




AS IMAGESTAÇÕES DE HAICHRIS 
Chris Herrmann

Gênero: Poesia/Haicai
N° de páginas: 85
Formato: PDF
Tamanho: 4,3 MB
ISBN: 978-65-00-10012-9

PRÉ-VENDA:
• com a autora: AQUI
Preço: R$ 25,00

SOBRE A OBRA:
Haicais das quatro estações, inéditos, com inovações em relação aos publicados pela autora em livros anteriores. A introdução haicaística é da escritora Maria Valéria Rezende. As imagens de origamis que são mostradas abrindo o livro, as estações e na finalização, são da artista origamista Tereza Yamashita. O prefácio é da escritora Marília Kubota.
“(...)Ao ser lançado fora do Japão, a partir do século 20, o haicai se torna febre. Cada cultura o adapta, abrangendo elementos de formas nativas. No Brasil, o sincretismo acontece com a incorporação da trova, com título e rima. A paranaense Helena Kolody e a carioca Olga Savary são algumas das pioneiras em publicar haicais,  
Os “haichris” abarcam esta síntese, numa interpretação pessoal. Da tradição japonesa, trazem o tema das estações. Da trova, as rimas. O resultado é um olhar singular sobre a natureza e a vida:  
Um céu de jardim. / Os pássaros são botões / de algum jasmim.”
[trecho do prefácio de Marília Kubota - poeta, jornalista, produtora de eventos literários e administradora do Mulherio das Letras]

Videoclipe de Lançamento 





PECCATUM
Chris Herrmann

Gênero: Romance
Arribaçã Editora/PB
Ano: 2020
N° de páginas: 113
Formatos: PDF e Impresso
(parceria na venda desta obra
no formato digital
com a Arribaçã Editora)
Tamanho: 4,5 MB
ISBN: 978-65-901687-5-7

ONDE COMPRAR:
• e-book com a autora: AQUI
Preço: R$ 25,00
• impresso com a Arribaçã Editora: AQUI
Preço: R$ 40,00

SOBRE A OBRA:
 
“A história tem poucas personagens, retratadas de maneira cuidadosa, detalhista e lı́rica. São vívidas, fortes, bem construı́das. Tão de carne e osso que podemos visualizá-las durante a leitura, até mesmo fisicamente. Esse tratamento delicado faz com que a paixão homossexual entre Carolina e Teresa seja considerada pelo leitor tão natural quanto o vento, pois a autora não utiliza nenhum tipo de rótulo. E um romance que fala de amor e isso basta. A intenção da autora não é fazer questionamentos sobre orientação sexual. Por isso, apesar de sua temática um tanto dolorosa, onde se inclui até mesmo a renúncia ao amor, a história é leve e a linguagem se destaca pelo lirismo. Impedida de contar como os fatos se desenrolam, pois não posso estragar a surpresa da agradabilíssima leitura, digo apenas que Chris Herrmann possui todos os predicados para ser considerada uma prosadora exitosa. Na poesia, há tempos ela ocupa esse lugar.”
[trecho do prefácio de Rosângela Vieira Rocha - Escritora e professora aposentada]


Vídeo-resenha de Peccatum, por Linaldo Guedes




ENTRE AMORAS E AMORES
Chris Herrmann

Gênero: Contos
Ser MulherArte Editorial
Ano: 2020
N° de páginas: 117
Formatos: PDF - ePUB
Tamanhos: 2,7MB - 1,6MB
ISBN: 978-65-00-04892-6

ONDE COMPRAR:
• com a autora: AQUI
• ou na Amazon Kinde: AQUI
Preço: R$ 25,00

SOBRE A OBRA:
 
"(...) Entre amoras e amores apresenta narrativas tão deliciosas quanto a própria fruta que lhe dá nome. Humor e leveza se destacam como elementos principais para tratar das histórias de personagens que estavam fechadas para o amor e que desabrocham a partir do contato com o inesperado. A semelhança entre palavras, nomes e expressões (que já marcava o título) continua a ser explorada por todo o livro de forma inteligente e divertida: “o resto é história e dois filhos lindos do casal Januário feliz e Rosana nas alturas”; “a vida daqueles dois passou a ser de dois passarinhos apaixonados que, certamente, teriam inspirado versos de Manoel de Barros, não dos esbarros”; “o pão francês era alemão”."
[Trecho do Prefácio da Divanize Carbonieri - Doutora em Letras, professora, escritora e poeta]
 
Chris Herrmann nos delicia com estes minicontos para serem colhidos entre uma e outra hora do dia, como quem, em meio ao cinza da rotina,  abre a geladeira para desfrutar de pequenas amoras, vermelhas e cheias de graça.”
[Gisele Mirabai - Escritora e cineasta]
 
"(...)Pois bem, se quiserem podem ler este livro como um manual para saber encontrar histórias e personagens. Chris Herrmann nos mostra abundantemente como elas estão em toda parte... (...) Ah, mas tem mais uma coisa! Para dar a qualquer história um valor literário, há que saber lidar com as palavras, ressignificá-las, brincar com elas. Mais uma vez, aqui está o manual: como fazer trocadilhos inesperados, que ajudam a desenrolar o fio da história e nos fazem sorrir, ou como referir-se a uma ampla cultura literária e artística sem humilhar o leitor, que só perceberá a referência se a tiver em sua bagagem. Enfim, agradeço a Chris Hermann este impulso para, mesmo me sentindo bem velhinha, não desistir de inventar mais histórias!"
[Maria Valéria Rezende - Escritora, poeta, criadora do movimento Mulherio das Letras]
 
“Ler um livro de minicontos é como colher frutas ou flores silvestres – em pouco terás um colorido buquê ou um cestinho repleto de delícias – assim me senti ao ler estas pequenas histórias de Chris Herrmann – sensações interessantíssimas, agradáveis – estrelinhas que cintilam, piscam e te atraem para novas descobertas. São flashs do cotidiano e falam de amor, encontros, reencontros, desencontros, solidão, sonhos, alegrias e tristezas com sensibilidade, humor e bom português! Desde o título do livro já podes salivar, sentir na língua a cor irrecusável das amoras!!!”
[Líria Porto - Professora e poeta]




PORQUE SOMOS MULHERES - Antologia

Autoras: Várias (149)
Gênero: Poesia
Ser MulherArte Editorial
Ano: 2020
Organização: Chris Herrmann
Edição/Diagramação: Chris Herrmann
Ilustração da Capa: C. Moreno
Homenageada: Conceição Evaristo
N° de páginas: 159
Formato: PDF
Tamanho: 9,4MB
ISBN: 978-3-00-065062-8 (RSMA)

EDIÇÃO GRATUITA
Leia: AQUI

SOBRE A COLETÂNEA:
 
"O mote desta Antologia Poética, Porque Somos Mulheres, é a mulher e seu universo: o interno, o externo, o paraíso ou o inferno que a rodeia. De 209 inscrições, selecionamos 149 poemas de autoras que aceitaram esse desafio e nos sensibilizaram com seus textos. Entre elas há iniciantes, experientes, renomadas, conhecidas ou não, porque para nós é a poesia que importa, sem preconceitos. Às poetas que compõem a Antologia, agradecemos a confiança em nosso trabalho e aos leitores, nosso desejo de que apreciem a leitura. E enfatizamos que nesses tempos de pandemia, só mesmo o amor, a solidariedade e o afago da arte para nos salvar. Salve a poesia!"
[Chris Herrmann - Editora, escritora e organizadora da coletânea]




CARA DE LUA
Chris Herrmann

Gênero: Poesia
Sangre Editorial-
Mulheres Emergentes/BH
Ano: 2019
N° de páginas: 32
Formato: Impresso
ISBN: 978-65-80074-30-3

ONDE COMPRAR:
• com Dagmar Braga: dag.braga@uol.com.br
Preço: R$ 30,00

SOBRE A OBRA:
 
Este livro de poemas Cara de Lua faz parte da Coleção 32. E por que este nome? Porque nasceu de uma ideia do editor Leonardo Costaneto (Sangre Editorial) com a querida poeta e editora do Jornal Mulheres Emergentes, que para nossa tristeza, deixou este plano neste ano de 2020. Os livros da Coleção 32 foram impressos na Argentina e contou com autores brasileiros e argentinos. Cada livro de cada autor tem 32 páginas. 





BORBOLETA - a menina que lia poesia
Chris Herrmann

Gênero: Romance
Editora Patuá/SP
Ano: 2018
N° de páginas: 128
Formato: Impresso
ISBN: 978-85-8297-565-7

ONDE COMPRAR:
• com a editora: AQUI
Preço: R$ 40,00

SOBRE A OBRA:
 
"(...) Em cada um dos oito capítulos deste livro, Chris Herrmann revela tom a tom a formação da consciência de uma menina-crisálida que se prepara para sair definitivamente de seu casulo. De todas as descobertas de Maria Rosa, a poesia foi a que a embalou desde o berço e a que a trouxe serenidade para lidar com fatos e sentimentos antes inimagináveis."
[Trecho do Prefácio do Leonel Prata - Escritor e jornalista]
 
"(...) É que Maria Rosa amadurece dentro da gente para nos fazer voltar a ser crianças. Essa é a única maneira de finalmente compreendermos as dores que tanto riem de nossas almas. De enxergarmos a invisibilidade do medo. De praticarmos a pequenez das coisas sem tempo e suas intensidades. De nos sabermos um pouco Rimbauds de nós mesmos, culpando a delicadeza que parece monstruosa demais para nos deixar partir. Mas partimos. Sempre partimos. Mais do que uma certeza, a partida nos faz poetas, e a Chris sabe disso como poucos. Maria Rosa provavelmente ouviu dela que “talvez haja um adeus que mora dentro da gente”. Só que antes ele é amor, descoberta, é vida intensa enquanto viva. "
[Trecho do Posfácio escrito por Adriana Brunstein - Ph.D. em física, escritora, dramaturga e roteirista]





GOTA A GOTA
Chris Herrmann

Gênero: Poesia
Scenarium Livros Artesanais/SP
Ano: 2016
(3a. edição)
Ilustrações: Cristina Arruda
N° de páginas: 180
Formato: Impresso
ISBN: 978-3-00-053134-7

ONDE COMPRAR:
• com a editora: AQUI
Preço: R$ 40,00

SOBRE A OBRA:

"Marítima. Assim defino a poesia de Chris Herrmann. Com a maturidade de quem já atravessou o oceano enfrentando tempestades físicas e emocionais, “Gota a gota” é barco que leva a navegar por mares diversos. Embarcação para quem tem sede de mar. Acontece que água salgada não mata a sede. Água salgada atiça tsunamis dentro da gente. A bordo de “Gota a gota” enfrenta-se maremotos, ancora-se em “portos in_seguros” e também desfruta-se da beleza do mar recém tocado pelos raios de sol e de luar. Depois se pode adormecer sob o céu estrelado no embalo infinito do mar. Chris Herrmann é capitã, pois dá a direção. Cristina Arruda é tripulante, a responsável pelo bom funcionamento da embarcação. A nós, leitores, passageiros, resta-nos o desfrute da viagem, com toda a força que ela tem. Aqui ancoro. Com a certeza de que agora o livro vive em mim. Fecho os olhos e sinto o vai e vem das ondas do mar."
[Posfácio de Bianca Velloso - Poeta]

"(...) O encanto que provocam no leitor esses pequenos sustos de des-entendimentos, quase sempre flagrados em estado amoroso e natural, e a carga de maravilhamento que transportam de lá pra cá, nas pequenas porções da terra branca do papel, é o trabalho de Chris Herrmann. Mas podemos chamar simplesmente poesia. Poesia no tempo sem datas da melhor poesia."
[Trecho da quarta capa do Marcílio Godoi - Arquiteto, jornalista e mestre em Crítica Literária pela PUCSP]




NA ROTA DO HAI Y KAI
Chris Herrmann

Gênero: Poesia
Coletânea de 50 haicais
Edição bilíngue
Selo: TUBAP BOOKS
Ano: 2015
Ilustrações e Traduções
para o espanhol: Leo Lobos
N° de páginas: 60
Formato: PDF

ONDE COMPRAR:
• com a autora: AQUI
Preço: R$ 25,00

SOBRE A OBRA:
 
"(...) Na rota do hai y kai já me impressiona a começar pelo título e pela edição bilíngue português-espanhol. A parceria da musicista, poeta e haicaísta Chris Herrmann, uma brasileira que mora na Alemanha, com o poeta, tradutor e artista visual chileno Leo Lobos traz ao leitor a experiência de saborear haicais ao gosto mapa-múndi. O globo gira nas páginas do livro e a leitura nos faz dar uma pausa, às vezes muito profunda, reflexiva, uma marca na voz poética da autora, que ao longo dos três versos constrói, consegue sugerir e envolver o leitor de forma muito sutil. (...) O trabalho fino com a linguagem, a percepção poética de Chris Herrmann e as ilustrações de Leo Lobos, além de sua tradução, fazem da leitura deste livro um mergulho nos sentidos, uma viagem através dos versos."
[Trechos do Prefácio do Alvaro Posselt - Professor, poeta e haicaísta]
 
"Sou fã declarado dos poemas da arquiquerida Chris Herrmann há muito tempo. Para mim, uma referência na poesia contemporânea no idioma português. Entre sua produção poética, destaca-se essa dedicação ao haicai (haikai, haiku), onde alia técnica literária, sensibilidade estética e um agudo senso de observação da natureza, em especial da natureza humana. Parabéns por esse projeto, um conteúdo sublime para quem está na rota da boa poesia!“
[Tchello d´Barros - Poeta e artista visual]
 
"Chris Herrmann tem olhos e mãos de poeta. Construtora de versos, desenha sílabas poéticas, pinceladas precisas, sensação, sensibilidade, memória, oriente e ocidente a carvão diluído, tempo materializado, palavra que corta: flagrantes da (nossa) natureza.  Leo Lobos não traduz poemas, interpreta linguagens. Nos 50 passos dessa dança, nunca abandona as possibilidades da construção do texto.  Mestre na representação de cores e formas, estudioso da história e da cultura, fortalece as relações entre idioma e imaginário. No percurso, miram-se e admiram-se Bashôs, Leminskis, Franchettis, Alices, Jiddus, Beneditas, Hideos, Alvaros para então brotarem - originais e únicos - os Haichris. Ao final da viagem, trago-os todos para casa: luzes sombreadas, contornando minha mente: retornando-me."
[Adriana Aneli - Escritora, Poeta e advogada] 
 





VOOS DE BORBOLETA 
Chris Herrmann

Gênero: Poesia
Coletânea de 178 haicais
TUBAP/Clube de autores
Ano: 2015
(2a. edição)
N° de páginas: 57
Formato: ePub
Tamanho: 1262 Kb
ISBN: 978-3-00-049434-5
ASIN: B019HU4SA6

ONDE COMPRAR:
• no Clube de Autores: AQUI
• na Amazon Kindle: AQUI
Preço: R$ 29,44

SOBRE A OBRA:
"Nos primórdios do Japão o suicídio do samurai era cercado de rituais como recitar um haicai que simbolizasse a essência de sua vida. Nos dias atuais, sem precisar matar ninguém, a não ser de prazer de ler, Chris Herrmann domina essa técnica milenar com a mesma graça e suavidade das borboletas que tão bem a representam. Chris é nossa versão feminina de Leminski, nosso Millôr de saias. Merece todo o sucesso do mundo!“
[Lourdes Maria Alvarez Rivera - Psicanalista]

“Os haicais são leves por essência e, mesmo seguindo uma normalização, uma forma fixa, o seu exercício é prazeroso ao extremo. Para quem escreve, para quem lê. Culto, celebração da vida. É o caso de muitas peças desta coletânea. Seja contemplando com um olhar especial os seres vivos e inanimados - que na expressão da poeta ganham vida - seja criticando suavemente hábitos e situações que contrariam a mãe-natureza, Chris Herrmann nos convence da sua vocação para esse gênero de composição, codinome borboleta que se quer e nos faz flutuar. Minto? Que nos diga ela: “A farfalha azul / toca no céu do seu ser: / Borboleta blues“.
[Antônio Mariano - Poeta]





VOOS DE BORBOLETA 
Chris Herrmann

Gênero: Poesia
Coletânea de 178 haicais
Editora Protexto
Ano: 2009
(1a. edição)
ESGOTADA
N° de páginas: 86
Formato: impresso
ISBN: 978-85-7828-107-6

SOBRE A OBRA:

“(...) Ler Voos de Borboleta é lidar o tempo todo com a transitoriedade, mas também com a permanência desse voo-vida, cuja recordação e herança sensoriais são capazes de sobreviver à existência tão fugaz de uma borboleta, ao trazer-nos de volta a emoção do momento em que, cúmplices e alados, voamos com ela. A matéria real e etérea dos haicais de Chris Herrmann é esse encontro entre Terra e Céu; esse diálogo incessante de solo e ar, esse movimento de apreensão tão difícil do próprio invisível: um esvoaçar de asas efêmero, capaz de nos tocar de modo suavemente indelével e irreversível.“
[Trecho final do prefácio da Leila Míccolis - Escritora de livros, TV, teatro e cinema, Ms. em Teoria Literária]
 
"(...) Chris é uma poeta voltada para temas que envolvem a vida, a natureza, o meio-ambiente, e a beleza do ser humano, enquanto sentimento e conduta. Utiliza em seus versos as palavras com rara precisão, como deve acontecer no haicai.“
[Trecho da introdução do Hugo Pontes - Professor, poeta e jornalista]





Postagens mais visitadas