30 Dec 2006

El Mar y La Montaña




El Mar y La Montaña

Yo soy el mar.
A veces soy río
y desaguo en el mundo,
recorro alegrías y tristezas.
Plural y natural que soy,
sacio la sed del momento.
Oigo lamentos, alimento vidas,
Soy barullo y movimiento.
Y quién eres tú, oh roca fría
que te escondes sin prisa
y vives presa en tu silencio?

Yo soy la montaña.
A veces dura o mansa,
soy las marcas del tiempo.
Masa densa que resguarda,
enriquece y da el aliento.
Soy abrigo para ti y para el viento
(vosotros que me visitais a diario)
transformándome por dentro.
Es interior mi movimiento;
alma cristalizada de seres,
semillas, furias y miedos.
Y si me callo, caro mar,
es porque guardo en mí
- incluyendo los tuyos - los más
'cicatrialocados' secretos.

Christina Magalhães Herrmann


[tradução de "O Mar e a Montanha" por
Laura Venslavicius]


^Chris-Borboleta^

))§((

2 comments:

além mar peixe voador said...

Nossa que lindeza! ficou ainda mais sonoro e profundo o poema traduzido.
Emocionei-me muito.
Grata por tão majestoso momento
querida Chris !
Saudações 'a Laura Venslavicius ( tradutora )
afetuoso abraço,
sempre tua amiga e leitora,
virgínia mar e além ..

laura said...

Essa foi uma prova de fogo Chris! eu tinha dito que se algo da beleza q o poema tem em português se perdia na tradução, nao traduzia, mas na verdade ficou com a mesma beleza pq as palavras nao variavam tanto.

Entao, agora começa a pensar poemas traduzíveis e belos assim e larga uma edição em espanhol!! rsrs

Obrigada pela confiança!