10 Oct 2016

No interior do silêncio mais silêncio

Querida Z.,

uma brisa de lembranças me tocou suavemente esta manhã ao receber a sua carta. Com ela, o dia das crianças que passamos juntas naquela tarde ensolarada de outubro me pareceu ontem. Um silêncio invadiu meu sorriso e nos abraçamos em câmera lenta...

Suas linhas me acompanharam todo o dia de hoje, até no trabalho. Lembrei-me da sua avó Ana (você dizia "nossa avó") servindo bolo de milho e você me chamando para curtir momentos doces com vocês no quintal.

Aqui no asilo mora uma senhora muito parecida: Frau Hönig (senhora mel) até no nome destila doçura. Ela tem Alzheimer e não se lembra de quase nada do seu passado. Eu sonho todos os dias que ela é a vovó Ana e eu sou a abelha-criança que a visita porque você me chamou.

Depois de amanhã é dia das crianças, só que sem bolo de milho, sem você, mas com a vovó mel... assim perceberei você chegando pelo cheiro do café, do bolo e das nossas gargalhadas. 

Nossa abelha-criança, sempre muito teimosa, continuará a extrair o mel dos tempos idos, não é? Então, não podemos deixar de apurá-los no quintal desse nosso cinema mudo. Hoje há flores do campo pelo caminho das minhas palavras, mas uma só essência: a que me diz quem sou e de onde vim. No interior do silêncio há mais silêncio e mais vida.

Ficarei no aguardo de suas linhas, como uma abelha do seu favo de mel.

CH




...

Participam do Projeto Missivas de Primavera:


Ingrid Morandian: https://www.facebook.com/ingrid.morandian?ref=ts&fref=ts
Manogon Manoel Gonçalves: http://coisasdemanogon.blogspot.com


...

6 Oct 2016

Nessa manhã de outubro, respiro!

Querida Z.,

recebi sua carta esta semana com a alegria das borboletas que recebem as flores mais raras de presente. É tão bom saber notícias suas... respiro aliviada ao ler suas linhas trazendo ótimas notícias! Você venceu a luta contra o câncer. Parabéns!

Você me pergunta como eu estou. Eu estou bem sim, mas hoje estou melhor ainda. Sua carta me renovou as esperanças. Estou muito gripada, mas isto não é nada em comparação a tudo que você tem passado nos últimos meses. Sempre penso em você, minha querida amiga. E se aqui na Alemanha - nesta manhã cinzenta de outubro - é outono, também é primavera trazida pela sua carta do Brasil.

A vida aqui não mudou muito. São flores e espinhos do dia a dia trazidos pelo pólem da vida. A gripe? Eu respiro e espirro. Mas já estou melhorando. Meus filhos já saíram a tempos do casulo e eu me sinto, às vezes, uma lagarta-mãe "borbsoleta", hehe. Mas só às vezes, porque também amo vê-los voar... ah, o perfume dos tempos... A lagarta-coruja os acha lindos! O trabalho chama a mim e meu marido todos os dias, como um relógio movido a cordas de temporal... mas também temos reservado tempo para cultivar o jardim da preguiça. O ócio pode ser um remédio criativo...

Ontem, fazendo compras, me lembrei de você. Comprei refresco de morango. Sei que você adora. Aprendi a gostar por sua causa. E isso me fez lembrar de uma outra coisa: o dia que paramos para observar longamente uma joaninha. Lembra disso? Eu nunca esqueci. Aqui vivo procurando joaninhas e borboletas. Outras vezes, penso que elas me procuram. A infância é a melhor primavera da gente.

Agora me despeço com flores nas mãos e orvalho nos olhos. A saudade é um rio sem estação, mas hoje ele passa por você.

Com carinho,

CH



...

Participam do Projeto Missivas de Primavera:

Ingrid Morandian: https://www.facebook.com/ingrid.morandian?ref=ts&fref=ts
Manogon Manoel Gonçalves: http://coisasdemanogon.blogspot.com


...




5 Oct 2016






A vida que surge das águas, que nos envolve em suas correntes é a mesma que nos afoga em lágrimas e sorrisos. A mesma que provoca o renascimento e a necessidade de navegação dos nossos sonhos. Somos marítimos por natureza. Gota a Gota, de Chris Herrmann, reúne poemas da autora-capitã que se propõe a contar em versos as sutilezas deste navegar feminino em águas profundas. Os desenhos de Cristina Arruda a acompanham mar a dentro e gota a gota.

..

Poemas de Chris Herrmann com desenhos inéditos da artista plástica mineira Cristina Arruda.

Prefácio de Jandira Zanchi, posfácio de Bianca Velloso e contracapa de Marcilio Godoi.

Editora Scenarium Plural - Livros Artesanais

9 Apr 2016

GOTA A GOTA

Breve será lançado pela editora artesanal Scenarium o meu livro GOTA A GOTA, com 80 poemas de minha autoria e ilustrações da artista plástica mineira Cristina Arruda.

Aguardem!